FANFARRONI HOMEM-BANDA

Assim como o homem banda, que precisa tocar vários instrumentos ao mesmo tempo, Marcelo Serralva, ou Fanfarroni tem desenvolvido várias atividades nos últimos anos, sempre envolvendo arte, música e educação. Compositor, músico, educador, construtor de instrumentos alternativos, youtuber , e ainda é artista de rua, uma arte pela qual tem maior paixão.

Como músico possui uma carreira de quase 30 anos, tocando em bares, casas de shows, e acompanhando artistas como Rosana, Rômulo Arantes, Akundun, e em bandas como V-Trix, Nós Somos Brazucas, e outras.

Já como artista de rua a história começou há 4 anos atrás, ao conhecer o “Festival de Arte Pública”, e se encantar por este meio totalmente mágico. Começou como espectador, e no ano seguinte participou já como homem-banda e auxiliando na produção de vídeos, sendo homenageado em pessoa pelo diretor Amir Haddad, pela sua colaboração com o Projeto. Em 2016 se apresentou no Boulevard Olímpico (Porto do Rio) durante as Olimpíadas e Paraolimpíadas, por onde passaram até 1 milhão de pessoas por dia.

A partir daí, alternou apresentações na rua com eventos em escolas da rede municipal, particulares, participou em várias escolas apoiadas pelo Projeto Ocupa Escola, SESC, SESI, Portobelo Resort Safári (Mangaratiba), e feiras sustentáveis como a FES – Feira de Empreendedores Sustentáveis. De 2016 até agora foram mais de 200 apresentações, sendo mais da metade nas ruas.

Marcelo utiliza a forma de expressão tradicional, o homem-orquestra (one man band), onde um músico executa vários instrumentos ao mesmo tempo, no seu caso 10. Violão, ukulele, kazoo e uma bateria presa às suas costas compõem o seu kit de apresentação, que ainda inclui uma caixinha amplificada à bateria, para que ele possa andar livremente pelas ruas e praças. Tocando um repertório autoral bem divertido, o Fanfarroni tem sido um sucesso por onde passa.

GALERIA DE FOTOS